Instituto Joaquim Ribeiro funcionava no Casarão da Baronesa, atual Museu “Amador Bueno da Veiga”

1
566
Brasão do Instituto Joaquim Ribeiro

Em 1926 foi criado o Instituto Joaquim Ribeiro, tendo à frente o Coronel Joaquim Ribeiro dos Santos – presbítero, jornalista, educador, fazendeiro de café – e sua esposa, Augusta Balbina de Lima.

A escola era alojada no Casarão da Baronesa de Dourado – hoje Museu Histórico e Pedagógico “Amador Bueno da Veiga”.

A instituição mantinha curso primário, ginasial e comercial.

De 1940 a 1950, esteve sob direção do Estado, criando-se o colégio, acrescido dos cursos Clássico, Científico e Normal.

Em meados de 1945, o interventor Fernando Costa lançou a pedra fundamental do edifício construído na Rua 6 entre as avenidas 13 e 15, no Centro, para abrigar a escola que até hoje funciona no mesmo local.

Oficialmente, o prédio do Colégio Estadual e Escola Normal “Joaquim Ribeiro” foi inaugurado em 8 de outubro de 1949 pelo governador Adhemar de Barros. Foto: Turma de 1959 que voltou a se encontrar no ano de 2010. Joaquim Ribeiro faleceu em 1954.

Fonte: Jornal Cidade – 23/08/2011

1 COMENTÁRIO

  1. Boa noite.
    Chegou em minhas mãos, um riquíssimo livro, de PSALMOS E HYMNOS – MÚSICAS SACRAS, com uma carinhosa dedicatória escrita a mão por uma mãe da aluna Clara de Sousa Leão, datado de 29 de novembro de 1928.
    É um tesouro belíssimo!
    Quisera poder ter alguma notícia desta família ou seus descendentes, que possivelmente moravam em Araraquara SP, pois a assinatura indica este local e data.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui