História dos Bairros – Centro histórico

O centro histórico de Rio Claro compreende as ruas 1 (Rua Dr. César) e 6 (Rua de São João), com as avenidas 5 (Rua Alegre) e 4 (Rua Aurora), compondo um quadrado de 11 quarteirões. Em 1835, destacava-se o Largo da Matriz, a Igreja Matriz e a casa do Capitão Estevan Cardoso de Negreiros. Suas ruas não eram calçadas, apresentando um aspecto muito simples, onde mesclavam poucas casas de moradia e algumas casas de comércio. Este espaço expressava o início de um processo de formação.

Na década de 1860, passou a recebe inúmeras melhorias, como a construção do Teatro Fênix, na rua 3 (Rua das Flores) com a avenida 1 (Rua do Comércio), a fundação do Gabinete de Leitura na avenida 4 (Rua Aurora) e a Sociedade Philarmonica Rioclarense que funcionava na casa de Thomaz Carlos de Molina, na avenida 1 (Rua do Comércio). No casarão construído por Luiz Borges (atual Museu Histórico e Pedagógico “Amador Bueno da Veiga”), passou a funcionar o Hotel do Oeste. Já havia o prédio da Cadeia e da Câmara Municipal na rua 5 (Rua da Cadeia) com avenida 2 (Rua Municipal). Os gêneros alimentícios eram vendidos na Praça do Mercado na rua 4 (Rua Aurora) com avenida 3 (Rua Direita).

As décadas de 1870, 1880 e 1890 foram muito prósperas em função do desenvolvimento da lavoura cafeeira na região, levando Rio Claro a se projetar como um grande centro cafeicultor. Em 1876, chegam os trilhos da Companhia Paulista de Estrada de Ferro, ampliando o contato da cidade com São Paulo, a capital da Província. Foi inaugurada na rua 1 (Rua Dr. César) a Estação Ferroviária. Já funcionava a Agência do Correio na rua 4 (Rua Formosa) com a avenida 1 (Rua do Comércio). A população se avolumava e o centro urbano ganhava prosperidade. São desse período os maiores investimentos até então realizados em Rio Claro: a instalação da luz elétrica e da água encanada, passando a dotar a cidade de modernos padrões de conforto e modernidade, almejados pela burguesia cafeeira. Esses elementos marcaram o desenvolvimento de Rio Claro, ficando materializado, no urbano e na memória, o registro de suas identidades.

 

Liliana Garcia

Um pouco mais nesta categoria

História dos Bairros – Centro histórico

O centro histórico de Rio Claro compreende as ruas 1 (Rua Dr. César) e 6 (Rua de São João), com as avenidas...

História dos Bairros – Boa Morte

O Bairro da Boa Morte desenvolveu-se ao redor da Capela de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, com sua cosntrução iniciada...

Projeto Guri – Rio Claro

Endereço: Avenida 2, Rua 7, Prédio da ASSER (Associação de Escolas Reunidas)Telefones: (19) 3522-8005 / 3522-8000 ou 3523-2001Projeto Cultural de responsabilidade social...

Escola de Samba Samuca

Nome completo: Grêmio Recreativo Cultural Beneficente Escola de Samba SamucaAno de fundação: 1974Símbolo: GolfinhoRegião de Origem: Bairro Boa MortePresidente da Escola: Welson...

Escola de Samba Grasifs

Grêmio Recreativo Acadêmico Sociativo Independente Faculdade do Samba Voz do Morro, mais conhecida pela sigla Grasifs Cores oficiais: Vermelho...

Poupatempo Rio Claro

O Programa Poupatempo disponibiliza à população mais de 400 serviços, sendo emissão de RG, Atestado de Antecedente Criminais, Carteira de Trabalho e...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Relacionados

Advertisment

Últimas Matérias

História dos Bairros – Centro histórico

O centro histórico de Rio Claro compreende as ruas 1 (Rua Dr. César) e 6 (Rua de São João), com as avenidas...

História dos Bairros – Boa Morte

O Bairro da Boa Morte desenvolveu-se ao redor da Capela de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, com sua cosntrução iniciada...

Projeto Guri – Rio Claro

Endereço: Avenida 2, Rua 7, Prédio da ASSER (Associação de Escolas Reunidas)Telefones: (19) 3522-8005 / 3522-8000 ou 3523-2001Projeto Cultural de responsabilidade social...